AGORA É LEI, DE AUTORIA DE FELIPE SOUZA IAMAS É CONSIDERADA UTILIDADE PUBLICA MUNICIPAL.

29 de outubro de 2019

Foi publicado no Diário Oficial do Município de Manaus no dia 19 de setembro de 2019 a Lei Municipal n◦ 2.508 que considera de utilidade publica municipal o Instituto Amazônia Sustentável – IAMAS de autoria do então vereador e agora deputado estadual Felipe Souza (PATRIOTA). O anuncio da nova Lei foi divulgado nesta terça-feira (29) junto com mais 36 leis de autoria de outros parlamentares, pelo prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto em solenidade realizada no Centro Cultural Palácio Rio Branco no centro histórico, com a presença de vereadores, secretários municipais e do deputado Felipe Souza autor da propositura.



Segundo Felipe Souza, O Instituto Amazônia Sustentável-IAMAS, é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, voltado para o desenvolvimento sociocultural e a implementação de projetos de sustentabilidade ambiental na Amazônia e oferece, especialmente aos jovens, a oportunidade de acesso a educação e socialização através da música, teatro, dança, artes plásticas, esporte e demais formas de cultura. Ao mesmo tempo buscamos estruturar modelos de desenvolvimento sustentável que promovam a adoção de comportamentos e tecnologias de baixo carbono, contribuindo para a redução das emissões de carbono e a mitigação de riscos oriundos das alterações climáticas.

O deputado disse ainda, que já deu entrada no mês de agosto do corrente ano o projeto de Lei 476/2019 que considera utilidade publica estadual ao IAMAS e esta tramitando nas comissões na Assembleia Legislativa do Amazonas. “Parabenizo o prefeito Arthur Neto por ter sancionada essa Lei que vai proporcionar ao Instituto receber verbas publicas e com isso poder manter e desenvolver outros projetos socioculturais aos jovens da nossa querida cidade de Manaus”, concluiu. “Essa é uma maneira de resgatar o parlamentar que fui e de valorizar a Câmara Municipal de Manaus. São todos projetos úteis que, às vezes, escapam do olhar do prefeito, porque acaba vendo mais o macro do que o micro. Vi projetos valiosos e reuni os vereadores e o deputado Felipe Souza para que pudesse fazer uma homenagem a eles e falar da harmonia desse trabalho”, destacou Arthur Neto, ressaltando a parceria entre os dois poderes.